Fórum de partilha

Pode utilizar o fórum para partilhar ou colocar qualquer questão.

Os comentários serão da exclusiva responsabilidade de quem os escrever, no entanto tentaremos ser criteriosos na sua apresentação agradecendo denuncias no caso de abuso como conteúdos ofensivos ou publicidade.

Não precisa de fazer qualquer registo. Basta dizer o nome ou forma como quer ser reconhecido, o assunto e preencher a caixa de mensagem com o seu comentário ou partilha.

Este e um site pessoal, não pertence a algum centro ou clínica.

Se chegou aqui e quer ajuda, está no trilho certo. Ajuda existe. Busque ajuda online ou aí perto, seja em reuniões, terapias, livros, programas online. Busque ajuda até encontrar.

Fórum de partilha

PARAR DE USAR DROGA (COCAÍNA)

Data: 06-10-2016 | De: LUÍS

Olá, tem alguém aí? eu gostaria de conversar com alguém que já passou ou ainda passa por dificuldades relacioanadas ao uso de cocaina.

Convivi com um psicopata

Data: 22-03-2016 | De: Fernanda

Conheci ele em um site de relacionamentos. Antes dele estava solteira há 05 anos, por vontade própria e pq não conhecia nada que fizesse com que eu mudasse de opinião a relacionamentos. Só iria me relacionar novamente com alguém que valesse a pena.
Nosso primeiro encontro foi ótimo, confesso que não me senti muito atraída fisicamente por ele, não me esqueço a cara de susto dele quando me viu pela primeira vez, ele dizia q eu era a mulher mas linda que ele já tinha ficado na vida. Depois sucederam diversos encontros, onde ele se mostrava cada vez mais galanteador e apaixonante. Fiquei desempregada e isso afetava muito a ele, o fato de não ter dinheiro para viajar, passear para lugares que íamos antes fez ele se distanciar cada vez mais de mim e mostrando pouco a pouco a sua face.
Foi me menosprezando, me dizendo coisas cada vez mais duras, exigia de mim coisas impossíveis. Fui ficando cada vez mais deprimida. Descobri mentiras pequenas, mas minha necessidade de estar com ele era maior que meu amor próprio. Ele fazia acreditar que sem ele eu jamais seria amada novamente. Que ele era a minha salvação... E esse circulo de brigas, términos e voltas era incessante... Fui sendo deixada de lado cada vez mais e mais. E sentia que havia algo estranho em tudo aquilo, eu conversava, chorava, explicava e ele dizia q eu era louca... Q ele jamais fez alguma coisa, que jamais havia me traído ou me enganado. E era mais comodo pra mim acreditar nessas mentiras. Ele tem um filho de 06 anos que eu amava e cuidava como se fosse meu.
Um belo dia depois de alguns meses eu descobri q durante os três primeiros meses comigo ele era casado. E tinha se separado pra ficar comigo, pq ele sabia que se eu descobrisse eu jamais ficaria com ele. Jamais seria capaz de separar uma família. Eu fiquei muito mal e queria terminar, mas cedi no final e aceitei.
Depois de um ano em um relacionamento destrutivo, mentiras, abusos verbais e destruição de auto estima.
Houve um casamento de uma amiga minha e fomos, chegando la ele parecia o homem mais apaixonada do mundo, falando de casamento e quanto me amava. Durante a festa descobri mais um mentira dele, foi a gota d´água. Não aguentei dei um tapa na cara dele, fomos para a rua e ele já veio e me deu outro tapa, com uma força tão grande que jamais imaginei. Eu gritei q ele tinha me batido ele veio tampar a minha boca e eu mordi a mão dele, ele veio e me socou. Cai no chão, minha testa queimava e em seguida escutei uma voz. Era um cara q viu ele me batendo e veio gritando, ele colocou a mão na cintura e tinha uma arma. Meu ex me puxou e voltamos correndo para a festa.Chegando na entrada do buffet o segurança já me viu veio em minha direção, as pessoas que trabalhavam me ajudaram, me deram gelo e tudo mais. Fiquei em uma área reservada, era uma festa muito chique. Fiquei morrendo de vergonha.
Depois disso nunca mais nos vimos, faz 01 mês. Ele veio diversas vezes falar comigo pedindo pra voltar. E em uma dessas situações o desespero era tamanho que ele pediu para a ex dele me ligar.
Na hora tomei um mega susto com a ligação dela. Ela disse q ele havia solicitado a ela em um ato de desespero que conversasse comigo a favor dele. Mas ela fez o contrário, ele me contou que ele me traía toda semana cada hora com uma diferente, que dizia que iria dormir mas saia para balada, que fazia aulas de dança escondido de mim com outra menina. Que qdo ela tinha descobrido que estava gravida, ela escondeu a gravidez até os 07 meses com medo dele matar ela. E quando ele descobriu ele quase jogou ela da laje. Que durante o casamento deles ela descobriu q ele tinha uma amante por mais de 1 ano e estava com ela todo santo dia.Eles ficaram juntos por durante 10 anos. E ela tinha muito medo dele, tinha medo do que poderia ser capaz de fazer caso descobrisse tudo o que ela tinha me contato. Ela printou conversas dele com ela pra me mostrar q era verdade.
Meu mundo caiu naquele momento.. Eu percebi que eu sempre fui cega e doente. Que ele nunca me amou, sentiu remorso ou se quer pensou em mim.
Agora mesmo separados ele ainda vem atras de mim e diz que meu olho roxo foi apenas uma fatalidade. Que fará tudo diferente, que me ama e sente muito a minha falta. Manda flores, liga, chora, implora pra me ver.
Mas tento me manter firme na decisão de deixa-lo cada vez mais longe de mim. Mas tem horas q mesmo sabendo todo o mal uma outra parte de mim acredita que tudo seria diferente e quase caio em tentação. Eu ainda sinto que o amo, mesmo depois de ter passado por tanta coisa. Até apanhar eu apanhei, fui na delegacia mas não continuei com o processo. Minha família toda ficou contra essa decisão, mas me respeitaram. Hoje estou empregada, corro, faço aulas de dança, minha faculdade e ele sente-se revoltado por não estar ao meu lado. Diz q eu deixei ele qdo fiquei bem, mas ele não entende que eu só estou bem justamente por estar longe dele. Até emprego eu consegui... Me sinto mais forte a cada dia, oro todos os dias a Deus pedindo forças pra me manter longe dele. E vivo um dia de cada vez.

Re:Convivi com um psicopata

Data: 06-10-2016 | De: Luís

Olá, td bem? Impressionante sua história, nunca passei por algo parecido, apesar de ja ter conhecido algumas mulheres possessivas, mais nada tão grave. Porém tem uma ex namorada minha que passou por algo parecido, ou até mais grave do que você, namoramos durante algum tempo quando tinha 17 pra 18 anos, depois nos separamos e seguimos caminhos diferentes, ela mudou de cidade, e depois de muitos anos, 10 pra ser mais exato, eis que a vejo saindo da delegacia da minha cidade toda machucada, depois que ela melhorou dos ferimentos nos encontramos na rua novamente e ela me contou sua história desesperadora, um namorado possessivo, usuário de maconha, pessoa culta e inteligente, falava várias línguas, viajava a outros países constantemente, segundo ela me falou ele não revelava sua real profissão, dizia que era intermediador de negócios internacionais ligados à corretagem de imóveis e documentação pessoal em outros países, fora tudo isso, ciumento e agressivo.
Depois das denuncias ela voltou pra casa dos país, depois que conversamos acabamos nos beijando, saímos umas duas semanas, e um dia, deixei ela na casa da mãe dela r pra tomar banho, iria buscar ela mais tarde, mais quando voltei a mãe dela também estava procurando por ela, ele veio e a sequestrou, andou com ela pelo brasil com carros alugados, e a convenceu a retirar as queixas e ela acabou voltando com ele, até que um dia ele a espancou novamente, a amarrou, e deixou ela por dias assim no apartamento, um dia ele dormiu, e ela conseguiu fugir, nova denuncia, dessa vez ele foi preso. Ela se mudou para o Rio de Janeiro, exerce arquitetura, está grávida e feliz. Mais foi muito tempo de sofrimento. Tenha cuidado com essa pessoa, e procure sempre sua felicidade, não tenha medo, apenas tenha cuidado e procure sempre o seu bem.

Recuperação

Data: 02-12-2015 | De: Paulo Martins

Galera já passei por essas situações e usei cigarrros, bebidas, maconha, cocaina e por fim crack, a 20 anos deixei de usar essa drogas. A questão não são as drogas, afinal elas é que tem a menor importancia nesse processo, o importante é mapear em seu insconciente o que dispara o gatilho para usar essas drogas. Resolvendo isso as drogas simplesmente não serão mais necessários.

Você pode estar pensando, esse cara não sabe o que está falando, mas pode apostar que sei sim! A Dependência Quìmica me levou a estudar a mente humana e entender o que acontece antes, durante e depois do uso das substancias, e o melhor a detectar a raiz do problema, e a soluciona-la. Transforme esse momento da sua vida em uma Missão de Vida, para aprender que todos os seres humanos buscam incansavelmente a felicidade, e quando estamos utilizando as drogas a intenção é sempre essa.
A questão é substituir as drogas por um vicio mais CONSTRUTIVO. Se você quer saber mais venha para meu grupo online. Informações: paulomartins.coach@gmail.com

preciso de ajuda

Data: 28-08-2015 | De: Sally

Acho que sou uma MADA. Eu estou nesse relacionamento desde os meus 17 anos. Hoje aos 31, sinto que tenho algo errado. Com 24 anos imigrei para a america do norte com o meu namorado/marido. A relacao ja nao estava boa, mas eu pensei que o fato de recomercarmos nossas vidas em um outro pais longe da familia dele e dos amigos mas influencia, tudo iria melhorar. Acho que vcs ja ouviram essa historia. Antes de vir, desenvolvi a sindrome do panico. Morava com os meus pais. Foram eles que me deram o suporte. Ele sempre estava ausente. Anos depois, ja morando no exterior descobri o motivo que ja era sabido pelo meu coracao: ele estava me traido. Descobri ocasionalmente quando precisei entrar no email dele e ele nao quis me dar a senha. Finalmente eu disse que ou ele me dava ou ele poderia ir embora, e me dando, descobri o que le era de verdade e eu nao queria ou nao consegui ver. Depois de 2 anos morando comigo e batalhando uma vida nova, ele ainda se correspondia com as mulheres que ele avia me traido. Nos estavamos para ir ao Brasil visitar nossas familias. Ele estava agendando encontros para matar as saudades com eles. Ainda aqui, ele estava flertando com uma mulher de 40 anos, mae de dois filhos. Ele jurou que nunca teve nada com ela a mais do que um flerte. Porem, li os e-mails um para o outro de carinho. Ele dizia que ela era o sol do dia dele. Nunca ouvi ele me chamar assim. Bati nele naquele dia. Foi uma explosao de indignacao, raiva, odio, frustacao. Ele me tirou da minha vida, do meu pais, da minha familia pra seguir um sonho dele e fazer isso comigo. Pensei em me separar, mas acabei perdoando. Quando fomos para o Brasil, sai com um ex-namorado para me provar que eu era digna de ser desejada por outro homem. Sim, porque ele ainda dizia que eu estava gorda e reclamava quando eu comia alguma coisa (eu pesava 61kg e tenho 1.61m). Sai com meu ex na frente dele. Quis que ele soubesse que eu estava me vingando. Porem, nao rolou nada alem de uns beijos e carinhos. Eu estava muito tensa e me sentindo muito culpada para algo a mais. Voltando novamente da viagem para casa. Entramos em crise. Eu queria viver um romance novo, fresco. Mas a distancia dos paises nao nos permitiu e meu casamento continuou com meu marido me perdoando. Algum tempo depois, peqguei o computador dele aberto. Novidades: ele fazia sexo virtual com garotas. Tirava fotos delas e dele mesmo se masturbando e enviava para um email que eu nao conhecia. Ele tinha outro nome, outra vida. Surtei novamente. Entao ele confessou que saia com prostitutas quando ainda namoravamos e que pagava por elas. Ele disse que me deixava em casa e ia ate elas. Ele disse ser doente. Para nao terminarmos ali, disse que ele teria que procurar ajuda medica. Ele nao procurou. O tempo passo e mais uma vez descobri outra mentira. Ele me disse que sairia com amigos do trabalho. Mas, meu sexto sentido apontou a mentira e descobri que ele tinha ido encontrar uma menina da universidade que ele estudava. Os dois sozinhos. Ele disse que era para se despedir dela pois ela mudaria de cidade. Como ele sabia que eu nao ia deixar, ele mentiu. Fiz ele ligar para ela e chama-la para uma noite de sexo. Ela recusou e ficou constrangida. Acho que nao rolou nada porque ela nao quis. Mas sei que ele foi com essa intencao. Ele nao trabalha, soh estuda, vive de bolsa de escola e atualmente a perdeu. Eu que sustento a casa. Quero mais pra minha vida do que viver sempre contando centavos. Ganho bem, mas nao pra sustentar 2 pessoas. Estou cansada de scrificar minha vida por alguem que n quer nd com a dela. Eu nao sinto vontade de ter relacao sexual com ele. Ele me procura raramente tambem e dizz que a culpa eh minha pq o recuso. Eu o recuso sim, mas tudo comecou pq me senti muito humilhada e reibaxada com tudo o que aconteceu. Nunca tive uma auto-estima boa. Ele foi meu unico homem. Nao sou do tipo que e paquerada na rua ou que sabe paquerar. Tenho medo de ficar soh aqui sem familia, amigos. Ele tem muitas dividas da escola, n tem emprego para se sustentar. Fico pensando: como ele faria para se manter e pagar as dividas? nao quero ser a culpada por arruinar a vida de ninguem. Em discussoes ele me destrata, fala que vai embora se eu estiver incomodada. Digo para ele ir, mas ele n vai. Preciso muito de ajuda. Estou em depressoa, tomando remedios para dormir qnd chego em casa.

Estado mal

Data: 03-08-2015 | De: Maria silva

Nao entendo este sentimento, qd estava com ele queria sair dali por variados motivos. Sentia q precisava de liberdade de espaço e julgava excessivo a forma que ele me amava. Nunca me fez mal mt pelo contrario queria cuidar e proteger me do mundo mas nao aceitava as minhas decisoes e tinha q andar sempre em negociação pra conseguir um meio termo. Hoje estou só e tenho o meu espaço mas nao tenho mais ninguém sem ser os meus pais e a minha filha de 19 anos q e meio independente e nao esta por cá. Nao tenho amigos nem ninguém q queira e se preocupe comigo nem eu. Tou um pouco desesperada.e com medo. Sou adita em recuperação a dois anos e tou com medo.

Re:Estado mal

Data: 22-03-2016 | De: Fernanda

Tenha força, vc vai conseguir seguir em frente. Não nascemos com ninguém, vc precisa encontrar o que gosta de fazer, conhecer pessoas novas e tomar as decisões por vc. Sem precisar do direcionamento dele.
Seja firme e não tenha medo, ele só atrapalha.

Data: 13-01-2015 | De:

Data: 04-01-2015 | De:

Data: 02-01-2015 | De:

1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Novo comentário